Imunidade infantil, como melhorar?

Vivemos num momento delicado, o da pandemia, onde estamos mais em casa, porém o número de crianças doentes diminuiu, mas é nesta época em geral que as gripes e resfriados mais acontecem. 

No blog de hoje, nós da G7 Assessoria iremos falar sobre a importância de uma dieta adequada rica em nutrientes, para o fortalecimento do sistema imunológico, como adquirir hábitos de vida saudáveis durante e após a gestação. 

Você sabia que o sistema imunológico da criança começa a se desenvolver ainda na gestação, através da formação do seu microbioma? É pela placenta que o bebê recebe seus primeiros microrganismos, pela transmissão materno-fetal, complementado pela passagem pelo canal do parto e o contato pele a pele com a mãe logo após o nascimento. 

Especialistas médicos atestam, que o sistema imunológico da criança se desenvolve ao longo da infância. Dados apontam que uma criança saudável, na faixa dos 2 anos, pode ter até oito resfriados no ano, aumentando para 14 se ela frequenta a escola. Isso diminui consideravelmente ao longo do tempo, mas algumas ações contribuem sim no reforço da imunidade para os pequenos.⠀

Após o nascimento, é pela amamentação que a criança irá receber inúmeros anticorpos, por exemplo,  o próprio colostro, que é o leite produzido pela mãe logo após o parto, é considerado a primeira vacina. Por isso a importância de estimular a amamentação natural, mas se não conseguirem não tem problema, não se culpem, existem outras maneiras de ajudá-las nesse quesito.⠀

Importante destacar que o que a criança consome diariamente através da alimentação também é imprescindível, influenciando o bom funcionamento do aparelho digestivo e do intestino, ambos importantíssimos para saúde e imunidade. Ofereçam bons hábitos alimentares aos seus filhos, a fim de auxiliar um movimento positivo no seu desenvolvimento.

Cuidado! Evite exagerar nas atividades extracurriculares e não cobre tanto em relação às aulas online ou demais atividades, por exemplo, para que não gere estresse a criança, esse fator também corrobora para a baixa imunidade. Busquem estimular brincadeiras que ajudam a relaxar.⠀

Outra dica que damos é para que vocês estimulem  seu filho a ter contato com animais, brincar descalço, se sujar com terra e outras coisas que dependem do fator ambiental para que possam adquirir uma resistência longe da “zona” de proteção  comum. As crianças precisam de liberdade e explorar as possibilidades que os cercam! Encoraje-os sempre mamães!

Curtiram o blog de hoje? Então compartilhe  mais sobre a rotina aí da sua casa. 😊

Compartilhe este artigo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google

Garanta seu auxílio maternidade

Fale com um especialista e descubra hoje se você pode ter direito ao benefício.

Posts Recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *