Neném se espreguiçando

Como cuidar do sono do bebê?

Uma noite de sono tranquila é o desejo da maioria das famílias que têm recém-nascidos em casa. Se você não é uma daquelas sortudas que podem dormir tranquila e falar: “Meu bebê dorme a noite toda”, este artigo da G7 Assessoria Previdenciária é para você, para te ajudar com a noite de sono do seu bebê.

 1- Dormir no lugar certo:

Imagina você dormir no colo aconchegante da mamãe ou do papai e de repente perceber que está em um colchão fofinho e quentinho sim, mas sem o mesmo calor daquele colinho? Pois bem, mesmo dormindo, o bebê se dá conta da mudança e acorda assustado. 

É importante que os bebês se acostumem a se acalmarem sozinhos e  isso de nada tem a ver com deixar a criança aos prantos no berço, aliás isto é contra-indicado por pediatras e outros especialistas, uma vez que, o bebê pode ter acordado por conta de alguma dor ou desconforto. 

Procure formas calmas e leves para entreter o bebê até que ele pegue no sono. O ideal é colocar o bebê sonolento no berço e ainda acordado. 

2- Dia é dia e noite é noite:

É importante marcar para os bebês a claridade durante o dia e a luz mais baixa pela noite. Isso contribui para que ele associe que quando está tudo mais escuro e silencioso, é hora de dormir e ficar quietinho.

3- Faça o “check-list” do bebê:

Está chegando a hora de dormir, hora de olhar tudo em seu bebê! 

Fralda ok, roupinha, ok, barriguinha alimentada, roupa limpinha, chupeta, a “naninha”, o “ursinho”, enfim tudo o que envolve o soninho do seu bebê. Deixe tudo pronto e arrumado para evitar perder muito tempo caso a criança acorde durante e noite. Quanto antes ela voltar a dormir, melhor para todos.

4- O local seguro para dormir:

O local mais seguro para os bebês dormirem é o berço. A recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) é que bebês de até 6 meses durmam no berço no quarto dos pais e entre 6 e 12 meses, passem para seu quarto. Bebês que nasceram prematuros, têm alguma condição de saúde ou estão com vacinas atrasadas devem permanecer no quarto dos pais. 

5- A soneca é uma aliada:

Ao contrário do que muitos pensam, o sono diurno, contribui para uma melhor noite de sono.

Quando o bebê está cansado, muitas vezes não consegue dormir bem, ele pode se sentir superestimulado e isso pode causar choros a noite e atrapalhar o sono. É recomendado que crianças com menos de seis meses, tenham entre quatro e cinco sonecas por dia e bebês mais velhos tirem de duas a três sonequinhas durante o dia.

A velha prática de observar o seu filho sempre vai ser a principal forma de ajudá-lo a dormir melhor, afinal cada criança é única e reage de uma forma. Em casos extremos, procure a ajuda de um especialista e independentemente da gravidade que o seu filho ou filha tenha na hora de dormir, vá sempre pontuando o pediatra para que você possa contar com as orientações do médico que acompanha seu bebê.  

Um abraço, e até o próximo post! 🙂

Compartilhe este artigo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google

Garanta seu auxílio maternidade

Fale com um especialista e descubra hoje se você pode ter direito ao benefício.

Posts Recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *