Cólicas na Gestação

Quem aí já sentiu cólicas ou algumas pontadinhas na barriga durante a gestação? Segundo com os médicos, sentir dores uterinas durante a gestação são relativamente comuns e normais, porém é preciso observar com qual frequência elas ocorrem. 

No blog de hoje, nós da G7 Assessoria vamos ajudar vocês mamães a observar e estarem atentas sobre quais intercorrências esse quadro pode prejudicar você e seu bebê.

A única maneira de  prevenção é fazer o acompanhamento periódico com seu obstetra e caso sinta qualquer desconforto fora do comum, vá diretamente ao pronto socorro, pois pode se tratar de um quadro mais sério. 

Os médicos consideram normal sentir cólica no início da gestação e dizem que corresponde a um dos sinais de gravidez, a mesma ocorre devido ao crescimento do útero e a adaptação à implantação do embrião. 

É comum outros sintomas aparecerem,  como infecções urinárias ou vaginais com corrimento, o acúmulo de gases no intestino também pode causar cólica, isso devido a má digestão de determinados alimentos como feijão, brócolis,  sorvete e outros. Sentir cólica depois da relação sexual na gravidez é outro sintoma, porém é caracterizado como normal, pois o orgasmo também provoca contração uterina.

Destacamos abaixo algumas das principais causas de cólicas na gestação além das citadas acima:

  • Trabalho de parto; 
  • Deslocamento da placenta;
  • Descolamento ovular; 
  • Gravidez tubária;
  • Aborto espontâneo.

Os médicos também apontam outras causas para cólicas durante a gestação que podem estar associadas a viroses, intoxicações alimentares e apendicite, sendo recomendado ir a um profissional assim que surgirem as primeiras dores e destacam que é preciso observar e conseguir diferenciar, porém o mesmo só é feito com auxílio de um profissional médico.

Porém a pergunta é: como aliviar esse desconforto? O obstetra, em alguns casos,  poderá receitar o uso de medicamentos para diminuir a dor, mas a utilização desses deve ser prescrita e direcionada somente pelo profissional da área da saúde.

É recomendado o repouso e relaxamento para esse período, pois o estresse ou atividade excessiva corroboram para esse quadro, é importante também observar em qual momento surgem esses desconfortos, para ser relatado com precisão ao seu médico.

Entretanto, é válido ressaltar que estejam atentas também quando apresentarem sintomas como sangramento vaginal, febre, calafrios, vômitos ou dor ao urinar no início ou final da gravidez, ou caso suspeite de início de trabalho de parto. 

Com isso, a recomendação é que a melhor prevenção seja feita periodicamente com seu obstetra e caso você sinta qualquer desconforto fora do comum mamãe, vá diretamente ao pronto socorro. 

Curtiram esse conteúdo? Ajude uma mãe a saber dessa informação compartilhando esse blog! 😉

Fonte: https://www.tuasaude.com/colica-na-gravidez/

Compartilhe este artigo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google

Garanta seu auxílio maternidade

Fale com um especialista e descubra hoje se você pode ter direito ao benefício.

Posts Recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *