Grávida se alimentando com uma maça

Comer por dois na gestação: o que você precisa saber

Mamãe, alguma vez você já se pegou dizendo durante a gestação que: precisava comer por dois (por você e pelo bebê)? 

No blog de hoje, nós da G7 Assessoria, iremos falar e oferecer o auxílio sobre os mitos e verdades da alimentação durante o período gestacional e quais são as verdades sobre a nutrição necessária para seu filho durante a gestação.

É fato que, as grávidas devem aumentar as calorias ingeridas diariamente, mas idealmente, mulheres grávidas com peso normal devem ganhar entre 10 e 15 quilos ao longo da gravidez. 

Durante a gestação, o corpo da mulher usa mais calorias e conserva mais energia de fato, ou seja, trabalha de forma mais eficiente. É natural e se faz necessário aumentar o número de calorias ingeridas diariamente (300 calorias a mais por dia, em média), mas idealmente, mulheres grávidas com peso normal (IMC de 18,5 a 24,9) devem ganhar entre 10 e 15 quilos ao longo da gestação

Fato é que, entre desejos loucos e aversões alimentares inesperadas, pode ser tentador simplesmente colocar uma vitamina no pré-natal ou ainda no prato do café-da-manhã e sentir que está fazendo a sua parte, mas existem algumas ressalvas com relação a isso.

De acordo com as recomendações dos especialistas, o ganho de peso associado a uma dieta adequada para essa fase, ajuda a diminuir os riscos da gestação para a mãe e leva a melhores condições para o nascimento do bebê.

Existem muitas hipóteses que podem justificar o aparecimento dos desejos e, em sua maioria, estudos relacionam o fenômeno com mudanças hormonais no período gestacional. Existe ainda, uma substância chamada Neuro peptídeoY (NPY) que é um dos mais potentes estimulantes do apetite que conhecemos, segundo pesquisadores. Essa substância é fabricada no hipotálamo e entregue em várias regiões do cérebro para aumentar o apetite. 

Mas, não necessariamente o corpo deseja e você precisa fazer, como por exemplo nada de desculpa de que seu filho vai nascer com cara de alguma coisa que não comeu. Dentre os alimentos que as grávidas mais desejam estão os doces (chocolate e sorvete estão no topo da lista), além de frutas, sucos de frutas e derivados de leite, ou seja: desejo não pode ser desculpa para o descontrole. 

É sugerido que cuidem das suplementações, elas são necessárias já que algumas alterações fisiológicas acontecem durante a gravidez, mas nada substitui uma alimentação saudável e rica em nutrientes para você e seu bebê, é dela que virão todas as fontes nutricionais necessárias.

No entanto, se a sua alimentação não era “saudável” antes de engravidar, considere dar uma chance para mudar alguns hábitos que vão fortalecer a você e ao seu bebê. As calorias do bem são importantes e necessárias neste tempo.

É importante ainda mamãe, que não dispense o acompanhamento de um bom profissional, pois são eles que apontam quais são as necessidades nutricionais para cada uma de vocês.

Curtiram o conteúdo? Então compartilhe com mais pessoas! 😉Fontes: https://www.medley.com.br/blog/saude-feminina/alimentacao-na-gravidez

Compartilhe este artigo!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google

Garanta seu auxílio maternidade

Fale com um especialista e descubra hoje se você pode ter direito ao benefício.

Posts Recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *